Notícias Dicas


Vírus Comum Pode Ter Relação com Excesso de Peso

Vírus Comum Pode Ter Relação com Excesso de Peso

De acordo com estudo realizado nos Estados Unidos, o crescente número de obesos no mundo pode não estar relacionado apenas à alimentação inadequada e à falta de exercícios. Um vírus comum pode ser um dos responsáveis pelo ganho de peso e explicar diversos casos de obesidade.

Os cientistas já sabiam que o adenovírus-36 causa infecção nos olhos e doenças respiratórias. No entanto, só agora descobriram que ele é capaz de transformar células humanas em tecidos gordurosos.

Magdalena Pasarica, pesquisadora da Universidade da Lousiana que participou do estudo, explica que o vírus não seria a única razão da obesidade, mas afirma que a pesquisa fornece fortes evidências de que alguns casos de excesso de peso podem envolver infecções virais.

“É claro que uma alimentação rica em calorias e a ausência de atividades físicas contribuem para o ganho de peso. No entanto, devemos levar em conta outros fatores, como genética, metabolismo e, talvez, infecções”, destaca a pesquisadora.

A equipe obteve células-tronco de tecidos de gordura retirados de pacientes submetidos à lipoaspiração, e expôs metade delas ao adenovírus-36. Depois de uma semana, a maior parte das células-tronco infectadas com o vírus se transformou em células gordurosas. Já as que não estiveram em contato com o mesmo, não se modificaram.

“Um vírus comum parece disparar o processo que faz com que essas células se transformem em tecido adiposo”, disse a pesquisadora. “E os resultados mostram claramente que o adenovírus-36 estimula esse mecanismo”, completa.

No entanto, segundo Magdalena, nem todas as pessoas infectadas pelo vírus se tornariam obesas. “No futuro, pretendemos identificar os fatores que predispõem alguns indivíduos ao desenvolvimento do problema e encontrar um tratamento adequado”, conclui.

 

Colunistas