Notícias Dicas


Um Cálculo para Prever a Obesidade em Crianças

Um Cálculo para Prever a Obesidade em Crianças

Um Cálculo para Prever a Obesidade em Crianças 

Um cálculo matemático envolvendo o Índice de Massa Corporal (IMC) dos pais antes da gravidez, opeso da mãe durante a gestação e o do bebê ao nascer. Com essa equação, uma equipe internacional de pesquisadores desenvolveu um método simples que pretende avaliar o risco de obesidade entre crianças, sem a necessidade da realização de outros exames.

Publicado na revista americana PLoS One, o trabalho foi coordenado pelo doutor Philippe Froguel (Imperial College London, CNRS, Institut Pasteur de Lille). Ele e sua equipe analisaram dados de bebês nascidos na Finlândia, Itália e Estados Unidos.

Além do IMC dos pais, do peso da mãe e do bebê ao nascer, o cálculo também leva em conta a profissão da mãe, o tabagismo durante a gravidez e o número de filhos da família.

Aplicado à planilha de Excel, fornece em segundos um índice de risco de obesidade futura para recém-nascidos.

A equação foi criada a partir da observação de 4 mil crianças finlandesas nascidas em 1986 e de 1500 italianos e 1000 americanos nascidos nos anos 80. As características de cada população introduzidas no cálculo otimizaram sua eficiência, destacaram os pesquisadores.

Esses fatores de risco da obesidade infantil já eram conhecidos, porém é a primeira vez que são utilizados de maneira combinada para prever o risco de sobrepeso entre crianças.

O método permite concentrar esforços nas famílias com maior risco de crianças obesas, que na Europa representam entre 10% e 25%. Na França, 12% das crianças de 5 anos têm sobrepeso e 3,1% são obesas.

Leia Mais:
Ingleses Identificam Fatores que Provocam Obesidade Infantil

 

Colunistas