Notícias Dicas


SP: 25% dos Jovens Acima do Peso

SP: 25% dos Jovens Acima do Peso

SP: 25% dos Jovens Acima do Peso
Por Beth Santos

Levantamento realizado na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), envolvendo 8.020 alunos de 43 escolas públicas e privadas da capital do estado, revelou que em torno de 25% dos adolescentes entre 10 e 15 anos têm obesidade ou sobrepeso. Os meninos apresentaram, no geral, Índice de Massa Corporal (IMC) maior do que o das meninas.

A pesquisa – cujos dados foram coletados entre 2003 e 2004 e publicados em 2010 - mostrou que, no total de adolescentes entrevistados, 25,56% estão acima dos parâmetros internacionais de peso saudável, sendo que 9,89% são obesos e 15,67% apresentam sobrepeso. O trabalho encontrou ainda 2,77% em níveis de peso abaixo dos índices normais, o que também é considerado um desvio nutricional. Assim, concluiu-se que 28,33% dos alunos abordados na pesquisa apresentam algum problema nesta área.

Eles e Elas
No total de meninos entrevistados, 27,80% apresentaram obesidade ou sobrepeso. Nas escolas particulares, 21% estão com sobrepeso e 18% já estão obesos, enquanto nas escolas públicas 14% dos meninos têm sobrepeso e 10%, obesidade.

Entre as meninas abordadas na pesquisa, 15,57% apresentaram sobrepeso e 8,12% estão obesas. Nas escolas particulares, 20% têm sobrepeso e 8% têm obesidade; nas instituições públicas, 15% revelaram sobrepeso e 8% já estão na faixa da obesidade.

Vida Moderna
A pesquisadora responsável pelo estudo, Maria Aparecida Zanetti Passos, do Centro de Atendimento e Apoio ao Adolescente, da Unifesp, comenta que a vida moderna e o sedentarismo criam hábitos alimentares responsáveis pelos resultados da pesquisa. Na escola, as lanchonetes oferecem frituras, refrigerantes e outros alimentos calóricos, e em casa predominam os congelados e semiprontos, “além do consumo excessivo de alimentos ricos em açúcar e gorduras”, favorecendo o predomínio de uma alimentação desequilibrada.

A próxima etapa da pesquisa terá início ainda em agosto, quando voltam a ser analisados, entre os adolescentes do primeiro estudo, aqueles que apresentaram sobrepeso e obesidade.

Leia Mais:
Crianças e Sobrepeso: Cada Vez Mais Cedo 
Índices Subiram de 42,7 para 46,6 

Colunistas