Notícias Dicas


Refrigerantes Grandes São Proibidos em Nova York

Refrigerantes Grandes São Proibidos em Nova York

Refrigerantes Grandes São Proibidos em Nova York

O Conselho de Saúde de Nova York, nos Estados Unidos, acaba de proibir os refrigerantes de tamanho grande em quase todos os locais onde são vendidos. A exceção é apenas para mercados e lojas de conveniência. A medida faz parte do combate à obesidade e suas complicações letais no país.

Com oito votos a favor e uma abstenção, o conselho proibiu as bebidas ricas em açúcar com mais de 16 onças fluídas (cerca de 470 ml). Quem violar a proibição, que não inclui os refrigerantes diet, poderá ser multado em 200 dólares.

Opositores, como o comerciante Liz Berman, presidente da organização New Yorkers for Beverage Choices, alegam que a medida fere a liberdade pessoal e que as pessoas são inteligentes o bastante para tomar suas decisões.

Por isso, pretendem continuar com a oposição, possivelmente entrando na Justiça para barrar ou derrubar a medida, antes que ela entre em vigor, em março de 2013.

Já o secretário de Saúde, Thomas Farley, comemorou a aprovação da medida como um passo importante para tornar os nova-iorquinos mais saudáveis. Ele disse, ainda, que é provável que ela seja copiada em outros lugares do país, assim como ocorreu com o cigarro e a gordura trans.

Segundo a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), cerca de um terço dos norte-americanos são obesos e 10 por cento da conta da saúdedo país está ligada a doenças relacionadas à obesidade, como o diabetes tipo 2, doenças do coração e hipertensão.

Leia Mais:
Aumento de Colesterol na Infância Preocupa Estados Unidos

Colunistas