Notícias Dicas


Planos de Saúde Têm que Cobrir Cirurgia Bariátrica por Vídeo

Planos de Saúde Têm que Cobrir Cirurgia Bariátrica por Vídeo

Planos de Saúde Têm que Cobrir Cirurgia Bariátrica por Vídeo
Por Sandra Malafaia

A Resolução Normativa nº 262, que atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, acaba de entrar em vigor em 1º de janeiro de 2012. Publicada em agosto de 2011 pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a nova regra define que as operadoras de planos de saúde terão de fornecer cobertura para mais de 69 procedimentos médicos, inclusive a cirurgia bariátrica por vídeo.

O novo Rol foi elaborado com a participação de um Grupo Técnico, com representantes da Câmara de Saúde Suplementar, que inclui órgãos de defesa do consumidor, representantes de operadoras e de conselhos profissionais, entre outros.

Grande Avanço

Segundo o Dr. Hilton Libanori, membro do Departamento de Cirurgia Bariática da ABESO, a inclusão da cirurgia bariátrica por vídeo no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde é um grande avanço, um ganho muito importante para os cirurgiões e os pacientes, principalmente para o obeso mórbido.

“Com a cirurgia bariátrica por vídeo, o paciente tem menos dor e volta mais rápido às atividades habituais, pois a técnica não é tão invasiva como a da cirurgia aberta, convencional. Mesmo sendo mais cara, o custo-benefício vale a pena porque o tempo de internação também é inferior”, afirma a Dr. Libanori.

De acordo ele, o SUS (Sistema Único de Saúde) também deverá partir nessa direção. “Isso vai acabar com as disputas judiciais, pois há vários pacientes que entram na justiça para conseguir o procedimento”, ressalta.

Tipos de Cirurgia

Na verdade, todos os tipos de cirurgia bariátrica – seja bypass gástrico, gastrectomia vertical, banda gástrica ajustável ou o balão intragástrico e duodenal switch – podem se utilizar da videolaparoscopia, em que são feitas pequenas incisões de 0,5 a 1,2 centímetros para passar as cânulas e a câmera de vídeo.

Já na cirurgia bariátrica convencional, é realizado um corte de pelo menos 20 centímetros no abdome do paciente e o tempo de recuperação vai de 30 a 60 dias.

Além da cirurgia bariátrica, entre os novos serviços estão outras cerca de 40 operações por vídeo. Com o acréscimo, a lista passa a ter 3.132 procedimentos aos consumidores de planos novos (contratados após janeiro de 1999) ou adaptados à legislação. 

A Lista

A lista completa de procedimentos pode ser acessada no site da ANS. A agência criou um buscador em que o usuário poderá pesquisar se o que precisa fazer está coberto pelo plano de saúde.

A inclusão das novas coberturas, conforme informou a ANS, não acarretará aumentos imediatos no valor das mensalidades. O impacto financeiro das mudanças será avaliado, e caso justifique reajuste, esse só será feito em 2013.

Estão sujeitas à multa de R$80 mil as operadoras de planos de saúde que não cobrirem os procedimentos listados pela ANS.

Denúncias de descumprimento de procedimentos da lista podem ser feitas em um dos núcleos da ANS ou através do Disque ANS, no número 0800 701 9656.

Leia Mais:
Videolaparoscopia Aprovada pela ANS

Colunistas