Notícias Dicas


Para uma Alimentação Saudável na Merenda Escolar

Para uma Alimentação Saudável na Merenda Escolar

 Por Beth Santos

Consultoria: nutricionista Mônica Beyruti, do Departamento de Nutrição da ABESO

Uma pena, mas as férias escolares acabaram e a garotada está de volta à rotina. Hora de levar tudo mais a sério, incluindo aí os cuidados com a alimentação e a saúde. Sua meninada está um pouco acima do peso? A turma adora comer bobagens na cantina da escola? Veja o que fazer para oferecer a eles doses de saúde através da alimentação. A nutricionista Mônica Beyruti dá várias dicas. Aproveite!

Segundo a Dra. Mônica, “é importante que o lanche da escola seja saudável, pois adquirir desde cedo o hábito de uma alimentação equilibrada ajudará a prevenir uma série de doenças, assim como favorecer o crescimento das crianças”. Siga as recomendações da especialista.

- Dar preferência aos pães ricos em fibras, como os integrais. Vale também incluir bisnaguinhas ou pão sírio.

- Evite pães doces (com ou sem recheio), croissants e biscoitos recheados, por apresentarem elevado teor de gorduras.

- Como recheio dos sanduíches, use geléia de frutas ou queijinhos pasteurizados, que dispensam a necessidade de refrigeração. Isto evita que estraguem.

- Para variar um pouco, também é válido oferecer a eles bolachas simples, sem recheio - dos tipos com aveia, integrais ou mesmo maisena. Sempre ler o rótulo.

- Guloseimas como bolinhos prontos ou bolo caseiro devem ser incluídas apenas uma vez por semana. No caso dos industrializados, é importante ler os rótulos para se certificar de que não contêm gordura trans.

- Acrescente sempre uma fruta fresca. Para evitar que amassem, podem ser acondicionadas em potinhos.

- Um vegetal como cenoura baby, pepino ou tomatinhos cereja também são bem-vindos e muito saudáveis.

- No quesito líquidos, prefira as caixinhas de água de coco, sucos ou achocolatados prontos, ou bebidas à base de soja.

- Caso a criança esteja com problema de peso, usar as versões light das bebidas e pães. Neste caso, é permitido, uma vez por semana, manter as guloseimas ou deixar que a criança escolha um lanche na escola. Atenção: é uma vez por semana.

Colunistas