Notícias Dicas


Obesidade é Resultado de Alteração em Toda a Rede Genética

Obesidade é Resultado de Alteração em Toda a Rede Genética

Por Flavia Garcia Reis
17 de abril de 2008.

Uma pesquisa com povos islandeses identificou que a obesidade é resultado de alteração em toda a rede genética, e não em apenas um gene, como foi sugerido em estudo anterior. Foram estudadas, detalhadamente, mil amostras de sangue e quase 700 amostras de tecidos adiposos de islandeses, que participaram voluntariamente da pesquisa.

O grupo liderado por Eric Schadt, diretor executivo do Genetics at Merck Research Laboratories, voltou sua atenção para povos islandeses que estão sendo estudados pela Decode Genetics e encontrou pessoas com as mesmas redes de genes. No estudo em laboratório, pesquisadores identificaram que centenas de conjuntos de genes parecem deixar sua forma quando camundongos são alimentados com uma dieta de gordura elevada.

Os cientistas sugerem que as formas comuns das doenças que envolvem o tecido adiposo são muito complexas. "Simples testes genéticos não podem detectar esse conjunto", acrescentou Schadt.

Ele afirma que a união de uma boa dieta e a prática de exercícios físicos continua sendo a melhor forma de prevenir e tratar a obesidade. A equipe estudará, ainda, os grupos genéticos identificados e pretende concluir quais deles são os causadores da doença. O levantamento mostrou que pessoas com alto índice de massa corpórea têm características padrão de ativação genética, em seus tecidos adiposos, não vistas no DNA colhido em exame de sangue.

 

Colunistas