Notícias Dicas


Obesidade Cresce Entre Mulheres em Idade Fértil

Obesidade Cresce Entre Mulheres em Idade Fértil

Por Beth Santos
04 de Julho de 2008

Divulgada esta semana pelo Ministério da Saúde, a Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS) revela que pioraram os indicadores de obesidade feminina no país entre 1996 e 2006. Em outras palavras, cresceram os problemas de excesso de peso e obesidade entre mulheres em idade fértil – de 15 a 49 anos.

No estudo realizado em 1996, 34,2% das mulheres ouvidas pela pesquisa estavam acima do peso recomendável para sua altura. Passados dez anos, em 2006 o percentual subiu para 43% - o que representa um aumento de 25%. Neste período, a porcentagem de mulheres obesas deu um salto, passando de 9,7% para 16%.

Segundo os dados divulgados, variou pouco o percentual de mulheres com excesso de peso entre as regiões do país: de 41,3% no Norte a 45,1% no Centro-Oeste. Os índices de obesidade variaram um pouco mais entre a região Norte (12,8%) e Sul do país (19,4%). Ambos os problemas foram verificados com maior freqüência entre as mulheres mais velhas e com maior número de filhos.

A pesquisa também constatou pouca variação entre o meio urbano e o rural, e em função do grau de escolaridade das mulheres ouvidas. Revelou-se que 52,3% estão com 80 centímetros, ou mais, de circunferência abdominal.

Alimentos Industrializados: Vilões

Ao comentar os resultados da PNDS, o Ministro da Saúde, José Gomes Temporão, lembrou que o padrão alimentar do brasileiro vem mudando: a população está consumindo menos feijão, por exemplo, e muito alimento industrializado. Ele atribui esse fator à alteração de padrões culturais e da pressão da propaganda. O resultado tem sido um consumo excessivo de alimentos semiprontos, com altos teores de sal e gordura.

 

Colunistas