Notícias Dicas


Obesidade: Conseqüência Inevitável da Modernidade

Obesidade: Conseqüência Inevitável da Modernidade

14/11/2007
Elis Galvão

Um estudo assinado por 250 especialistas e solicitado pelo governo britânico defende a tese de que a obesidade é uma conseqüência inevitável da modernidade. Portanto, não é apenas uma questão de maus hábitos individuais. Esse grupo de pesquisadores alerta que o Reino Unido caminha para uma crise de obesidade.

Para os especialistas, a sociedade atual conspira contra a boa forma por conta de um ambiente com comida hipercalórica e barata, tecnologias que resultam na redução do esforço físico, transporte motorizado e trabalho sedentário. Eles sugerem que as campanhas de combate à obesidade não deveriam culpar o comportamento individual.

Um porta-voz do Conselho Britânico de Pesquisas Médicas disse que concentrar o problema apenas numa questão de estilo de vida individual não é suficiente e que essa noção precisa ser abandonada.

A proposta dos estudiosos é que campanhas sejam focadas numa revolução de políticas e hábitos: do replanejamento urbano, para que habitantes de grandes cidades caminhem mais, até a maior pressão para o uso de leite materno, envolvendo as conhecidas propostas de proibir a publicidade de junk-food nos meios de comunicação.

Fonte: O Globo

 

Colunistas