Notícias Dicas


MS Quer Discutir Obrigatoriedade da Educação Física

MS Quer Discutir Obrigatoriedade da Educação Física

Por Sandra Narita
16 de outubro de 2008

Um estudo da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) mostrou que três em cada dez jovens, de 10 a 19 anos, estão acima do peso. Para tentar diminuir esses números, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, quer discutir a volta da obrigatoriedade das aulas de Educação Física nas escolas públicas.

Além de ações contra o sedentarismo, o ministro disse que é preciso adotar medidas para evitar o consumo excessivo de alimentos pouco saudáveis. O Ministério da Saúde encomendou uma pesquisa ao Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), para avaliar o teor de gordura e de açúcares presentes em 24 produtos usados por crianças e adultos. O trabalho, que deve ser concluído em breve, servirá como base para debater o assunto com a indústria brasileira.

Alimentos na mídia

Na pauta de discussão sobre obesidade infantil, o ministro Temporão disse ainda que, entre as medidas urgentes, está a criação de um código de ética para a veiculação de produtos alimentícios. Dados preliminares de uma pesquisa encomendada pelo Ministério da Saúde - apresentada em junho deste ano -, revelam que os alimentos mais ricos em gorduras, sal e açúcar são os que mais têm espaço nas revistas e televisões.

Fonte: Agência Estado e Ministério da Saúde

 

Colunistas