Notícias Dicas


Morre Dr. Póvoa

Morre Dr. Póvoa

Morre Dr. Póvoa

O endocrinologista Luiz Cesar Póvoa, um dos mais importantes e respeitados na Endocrinologia brasileira, faleceu no último sábado, 15/12, em Búzios, RJ, durante o 41° Encontro Anual do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia (IEDE), evento que ajudou a criar. O falecimento foi causado por problemas cardíacos e diabetes e sua cremação aconteceu no Rio de Janeiro.

Autor de diversos livros, dos quais um dos mais importantes é a História da Endocrinologia Brasileira, Dr. Póvoa construiu uma carreira admirada por todos e um currículo extenso e respeitável. Foi membro de diversas instituições internacionais, como a American Endocrine Society e a British Society of Endocrinology.

O presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), Dr. Airton Golbert, afirmou que ele “foi uma das mais proeminentes personalidades da medicina do Rio de Janeiro e da Endocrinologia brasileira”.

O Instituto e o Flamengo: Paixões

O especialista dedicou-se também a lecionar, exercendo o posto de professor titular da UFRJ e da Pontifícia Universidade Católica (PUC). Recentemente foi homenageado pela PUC com o título de professor emérito.

Sempre que havia oportunidade, gostava de reafirmar sua paixão pelo IEDE e pelo Flamengo. Por causa disso, os familiares e o Clube de Regatas Flamengo promoveram seu velório na sede rubronegra, enquanto comentavam que Dr. Póvoa havia morrido como sempre disse desejar: em atividade, durante um Encontro do IEDE, evento que era seu xodó.

Colunistas