Notícias Dicas


Menos Tempo na Fila para a Cirurgia Bariátrica

Menos Tempo na Fila para a Cirurgia Bariátrica

Por Sandra Malafaia
29 de Julho de 2008

A Santa Casa de Curitiba, no Paraná, acaba de ganhar uma ala totalmente dedicada à cirurgia bariátrica, algo inédito no Brasil, tornando-se referência no tratamento de pessoas com obesidade mórbida. O Dr. Luís Sérgio Nassif, uma dos médicos responsáveis pelo procedimento, estima que o tempo de espera dos pacientes na fila, que era de cerca de seis meses, seja reduzido em 50%. “Deveremos passar de oito para 12 operações por semana”, afirma.

De acordo com o Dr. Nassif, a Santa Casa já realiza a cirurgia bariátrica há nove anos e 70% dos 13 leitos disponíveis serão do Sistema Único de Saúde (SUS), podendo também receber pacientes de outros hospitais, que aguardam essa intervenção cirúrgica.

“O paciente com obesidade mórbida não tem só uma doença. Geralmente, ele também sofre com hipertensão, diabetes, problemas na articulação, depressão, entre outros. Percebemos, nitidamente, sua melhora após a operação. Além de perder peso, ele diminui bastante o uso de medicamentos. Isso sem contar a auto-estima, que cresce a níveis extraordinários”, comenta o Dr. Nassif.

Estão aptos à cirurgia bariátrica, os pacientes na faixa etária entre 18 e 65 anos, com Índice de Massa Coporal (IMC) de 33 a 40, com uma doença associada, ou acima de 40, sem doença. Outro requisito necessário é que a pessoa já esteja obesa há dois anos, com insucesso em algum tratamento para perder peso.

Para fazer a redução do estômago, o paciente deve procurar o posto de saúde mais próximo e requisitar consulta para operação de obesidade mórbida. Após ser aprovado, há um preparo pré-operatório de 60 a 90 dias, incluindo consulta com cardiologista, endocrinologista, psicólogo, nutricionista, fisioterapeuta, pneumologista e, dependendo do caso, algum outro especialista.

 

Colunistas