Notícias Dicas


Mais um Medicamento para Tratamento da Obesidade Rejeitado nos EUA

Mais um Medicamento para Tratamento da Obesidade Rejeitado nos EUA

Mais um Medicamento para Tratamento da Obesidade Rejeitado nos EUA

O Food and Drug Administration (FDA), órgão regulador de medicamentos dos Estados Unidos, anunciou, no último dia 1º de fevereiro, que não dará autorização para o medicamento Contrave, usado para combater a obesidade. Apesar da votação realizada por um comitê consultivo do órgão, em dezembro do ano passado, ter sido favorável à liberação do produto (por 13 votos a 7), o Contrave é o terceiro fármaco para perda de peso rejeitado pelas autoridades norte-americanas nos últimos meses, juntando-se ao Qnexa e ao Lorqess.

“O Contrave é uma associação do antidepressivo bupropiona e a naltrexona, usada no tratamento da toxicodependência. A naltrexona sozinha não induz a perda significativa de peso, mas em associação leva à perda de peso tanto em animais quanto em humanos”, explica a endocrinologista Maria Edna de Melo, responsável científica do site da ABESO.

Em ensaios clínicos, cerca de metade dos participantes em uso do Contrave perdeu 5% do seu peso corporal, o que ocorreu em apenas 10% daqueles em uso de placebo. Efeitos colaterais observados foram pequenos, como aumento na pressão arterial e na frequência cardíaca. O FDA concluiu que tais efeitos colaterais e o potencial uso abusivo da droga eram grandes o suficiente para superar os benefícios antiobesidade. Um estudo para verificar possíveis complicações cardiovasculares em obesos e idosos foi solicitado, mas está sendo considerado improvável que o fabricante da droga, a Orexigen, patrocine tal estudo, estimado em 200 milhões de dólares.

Leia Mais:
FDA Aprova Medicamento Antiobesidade 

Colunistas