Notícias Dicas


Aleitamento materno

Aleitamento materno

A amamentação pode reduzir o risco de excesso de peso ou obesidade infantil, aponta um grande novo estudo do Japão.

Os pesquisadores analisaram mais de 43 mil crianças, com idades entre 7 e 8, com registros de como eles foram alimentados durante a infância.

Primeiro, os pesquisadores levaram em conta outros fatores que poderiam influenciar o peso das crianças, tais como gênero e tempo que passavam na frente da televisão ou do computador, assim como os níveis de educação das mães, tabagismo e situação de emprego.

As crianças que eram amamentadas durante pelo menos 6 meses a 7 meses de idade eram menos propensas a ter excesso de peso do que aquelas que foram alimentados com fórmula, concluíram os pesquisadores.

Após o ajuste para possíveis fatores de confusão, foi demonstrado que a amamentação está associada à diminuição do risco de sobrepeso e obesidade entre crianças em idade escolar no Japão. Verificou-se que a associação de proteção é mais forte para a obesidade do que para o excesso de peso, segundo os pesquisadores da University Graduate School Okayama of  Medicine, Dentistry, and Pharmaceutical Sciences.

Embora o estudo tenha encontrado uma associação entre ser exclusivamente amamentados na infância e  menor risco de obesidade ou sobrepeso em crianças pequenas, ela não provou uma relação de causa-e-efeito.

Este não é o primeiro estudo que faz essa associação.

O estudo foi publicado em agosto na revista JAMA Pediatrics.

Colunistas