Notícias Dicas


Insegurança Pode Levar à Obesidade na Infância

Insegurança Pode Levar à Obesidade na Infância

Insegurança Pode Levar à Obesidade na Infância

Que os problemas emocionais podem causar doenças de origem psicossomática é sabido pela maioria. A novidade é que pesquisadores da Ohio State University, nos EUA, concluíram em estudo recente que crianças de 24 meses de idade cujos pais não lhes transmitem segurança emocional ficam, pelo menos, 30% mais propícios a desenvolver obesidade em torno dos quatro anos e meio de idade.

Os resultados dos estudos sugerem que a relação entre as áreas do cérebro relacionadas com as respostas emocionais e o estresse com aquelas áreas que controlam o apetite e o equilíbrio energético é mais determinante no desenvolvimento da obesidade infantil do que se sabia até agora.

Segurança X Insegurança
Os autores do estudo  descreveram as crianças “afetivamente seguras” como as que viam nos pais “um refúgio seguro”. Esta sensação, segundo os pesquisadores, faz com que os pequenos explorem livremente o mundo ao seu redor, se adaptem com facilidade a pessoas desconhecidas e lidem melhor com situações estressantes.

No lado oposto, as crianças “afetivamente inseguras” foram descritas como aquelas que percebem os pais de forma negativa ou imprevisível. Por isso, podem responder ao estresse com extrema raiva, medo ou ansiedade, assim como evitar interagir com desconhecidos.

Colunistas