Notícias Dicas


Ingleses identificam Fatores que Provocam Obesidade Infantil

Ingleses identificam Fatores que Provocam Obesidade Infantil

Ingleses identificam Fatores que Provocam Obesidade Infantil

Pesquisadores da Universidade de Nottingham, na Inglaterra, chegaram à conclusão de que crianças que nascem com maior peso, engordam rapidamente e têm uma mãe que fuma estão mais predispostas à obesidade infantil. O estudo foi publicado no periódico Archives of Disease in Childhood, do British Medical Journal (BMJ).

Os pesquisadores analisaram os resultados de 30 estudos sobre obesidade em crianças. Segundo Sarah Redesell, coordenadora do estudo, essa é a primeira vez em que se faz uma revisão de todos os possíveis fatores de risco para a obesidade infantil.

O resultado apontou que crianças, cujas mães estavam acima do peso durante a gravidez, são 37% mais propensas a ter sobrepeso; as com Índice de Massa Corporal de 25 a 30, aos três anos de idade, têm quatro vezes mais chances de ficar acima do peso aos sete anos e o dobro do risco de ter o problema entre nove e 14 anos de idade.

Já os filhos de mães que fumaram durante a gravidez apresentaram 47% mais chances de sobrepeso na infância do que as crianças cujas mães não fumam.

Outra constatação da pesquisa foi a de que, dos sete estudos que observaram o peso do bebê ao nascer e a incidência da obesidade na infância, seis concluíram que os dois fatores estão fortemente relacionados.

Além disso, a pesquisa concluiu que os bebês que ganham peso de forma mais rápida no primeiro ano de vida são até quatro vezes mais propensos a apresentarem sobrepeso aos quatro anos de idade.

Amamentação

Por outro lado, foi identificado um risco 15% menor para a obesidade nas crianças amamentadas por mais tempo. Em contrapartida, as que passaram a consumir alimentos sólidos mais precocemente (antes dos quatro meses de vida) são 6,3 vezes mais propensas ao excesso de peso aos três anos de idade do que aqueles que passaram a ingerir esses alimentos após os cinco meses.

Os cientistas esperam que esses resultados possam ajudar os médicos a decidir que tipo de intervenção clínica é adequada em bebês que apresentam algum desses fatores de risco. 

Leia Mais:
Mamadeiras Após Dois Anos de Idade Favorecem Obesidade
Aleitamento Pode Evitar Obesidade Infantil

Colunistas