Notícias Dicas


França e Inglaterra Lutam contra Obesidade

França e Inglaterra Lutam contra Obesidade

Por Beth Santos
08 de Agosto de 2008

Na tentativa de fazer frente à crescente epidemia de obesidade - que atinge também os países da Europa - França e Inglaterra acabam de anunciar medidas consideradas polêmicas por alguns setores da população.

Relatório elaborado pela Inspeção Geral de Finanças e a Inspeção Geral de Assuntos Sociais, entregue aos Ministérios da Economia e da Saúde franceses, propõe o aumento dos impostos - de 5,5% para 19,6% - para bebidas açucaradas e alimentos com altos teores de sal e gorduras (os não considerados de primeira necessidade), na tentativa de diminuir o consumo. O projeto de lei, no entanto, ainda não tem prazo para ir à votação, pois o governo teme uma onda de revolta dos consumidores.

A Inglaterra, por sua vez, decidiu enviar cartas aos pais de alunos acima do peso, alertando sistematicamente para o problema. Estatísticas de 2006/2007 revelaram que 22,9% das crianças inglesas com quatro e cinco anos de idade estavam obesas, número que cresce para 31,6% na faixa entre os 10 e 11 anos.

A decisão deu início, no governo inglês, a uma discussão sobre ser adequado, ou não, usar o termo “gordo” ou “obeso”, já que podem ser vistos como pejorativos. O Fórum Britânico sobre Obesidade considerou que a questão é “um preciosismo semântico ridículo”.

Na Inglaterra, o peso e a altura de todas as crianças – do primeiro e do último ano da educação primária - já são medidos nas escolas, a não ser que os pais se oponham. O Índice de Massa Corporal (IMC) de cada criança é enviado para o Departamento de Saúde que, assim, é informado das taxas de obesidade em cada região do país. Agora, o governo pretende que os pais também tenham acesso a estes dados.

 

Colunistas