Notícias Dicas


Estudo liga TV e sedentarismo na adolescência a maior risco de síndrome metabóli

Estudo liga TV e sedentarismo na adolescência a maior risco de síndrome metabóli

Televisão e falta de atividade física aos 16 anos aumentam risco de #síndromemetabólica por volta dos 40 anos. É o que aponta um estudo da Universidade de Umea, em Melbourne, Austrália.

A síndrome metabólica é distúrbio do metabolismo - uma combinação de obesidade abdominal, lipídios sanguíneos elevados, hipertensão arterial e intolerância à glicose - que prevê um aumento significativo no risco de desenvolver diabetes tipo 2, doença cardiovascular e acidente vascular cerebral.

Os novos resultados da investigação foram capazes de mostrar é que relação entre sedentarismo na infância e risco de síndrome metabólica se estende por um longo período. O estudo foi publicado na revista Diabetes Care e avaliou 888 participantes no norte da Suécia, que foram acompanhados desde 1981,
quando cursavam o nono ano do ensino fundamental, até 2008 (quando completaram 43 anos).

Os autores sugerem que verifiquemos como podemos reduzir o sedentarismo entre crianças e adolescentes a fim de garantir mais saúde e qualidade de vida na idade adulta.

http://care.diabetesjournals.org/ 

Colunistas