Notícias Dicas


Estudo Aponta que Atividade Física Depois dos 50 é Mais Importante que Ser Magro

Estudo Aponta que Atividade Física Depois dos 50 é Mais Importante que Ser Magro

Bárbara Bezerra
12 de dezembro de 2007

Um estudo dirigido pelos cientistas do Peninsula Medical School (Exeter, Reino Unido), publicado recentemente no Journal of the American Geriatrics Society, sugere que não ser sedentário depois dos 50 anos é mais importante para manter-se fisicamente ativo do que ser magro.

Com 10.209 entrevistados entre os 50 e 69 anos, americanos e britânicos, durante seis anos, a pesquisa foi coordenada pelo Dr. Iain Lang, coordenador do Grupo de Epidemiologia e Saúde Pública da entidade.

O estudo revelou que entre os entrevistados que realizavam atividade física por trinta minutos, pelo menos três vezes por semana, 13% tinham problemas de locomoção. Já entre os sedentários, a proporção era de 24%.

Os pesquisadores do grupo do Dr. Lang afirmam ainda que, independente da massa corporal, os praticantes de atividades físicas e que realizam trabalhos domésticos têm mais chances de manter a capacidade de locomoção e melhor mobilidade em idade avançada.

Durante os testes, foi comprovado que as pessoas ativas têm maior facilidade de caminhar por mais tempo, subir e descer escadas, se equilibrar e levantar-se sem serem amparadas, ou com a ajuda dos braços.

Segundo o Dr. Lang, três aspectos devem ser levados em conta nesse estudo: “ A similaridade de hábitos entre americanos e britânicos, o que sugere uma “universalidade” de resultados; a prática de exercícios na meia-idade não beneficia as pessoas somente em termos de perda de peso, mas em qualidade de vida; o peso não é um obstáculo em relação aos resultados das atividades”.

 

Colunistas