Notícias Dicas


Escolas Adotam Merenda Light para Combater a Obesidade

Escolas Adotam Merenda Light para Combater a Obesidade

Por Beth Santos

Numa tentativa de reduzir a obesidade infantil e criar hábitos saudáveis de alimentação, diversas escolas do interior de São Paulo, subordinadas à Diretoria Regional de Ensino de Ribeirão Preto, adotaram um cardápio mais saudável em sua merenda, com menores teores de sal e gordura, carnes menos gordurosas etc.

Em Ribeirão Preto, 90 unidades já adotaram o cardápio saudável; em Campinas, foram 165; em São Carlos, 38 escolas já aderiram. Em todo o estado de São Paulo, 1.636 já fazem parte do programa light de merenda escolar.

A Diretora Regional de Ensino de Ribeirão Preto, Gertrudes Ferreira, comenta que, além de oferecerem uma merenda gostosa e saudável, “estaremos ensinando e criando hábitos alimentares saudáveis nas crianças”.

Palavra de Especialista

A nutricionista Fernanda Pisciolaro, do Departamento de Obesidade Infantil da ABESO, acredita “que a simples inclusão de alimentos menos calóricos na cantina da escola não seja capaz de promover mudança nas escolhas dos escolares, mas associado a um programa de educação nutricional contínuo, com incentivo desses alimentos (e não baseado na crítica dos alimentos altamente calóricos) possa ser efetivo.

A especialista diz que “é preciso lembrar que a abordagem desse assunto deve ser feita de forma lúdica, favorecendo o contato com os alimentos, o prazer em comê-los e valorizando seu sabor”. Segundo Fernanda Pisciolaro, a mudança de comportamento alimentar deve envolver toda a família “para que os resultados sejam eficazes. Afinal, o preparo e a compra de alimentos são feitos pelos adultos da família”.

A nutricionista disse acreditar que “o incentivo à prática de uma boa alimentação pode começar na escola e se estender aos familiares por meio das crianças e através do envolvimento da escola com os pais”.

Colunistas