Notícias Dicas


Doenças Cardiovasculares Matam Mais e Obesidade é Fator de Risco

Doenças Cardiovasculares Matam Mais e Obesidade é Fator de Risco

Doenças Cardiovasculares Matam Mais e Obesidade é Fator de Risco
Por Beth Santos

Dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde apontam as doenças crônicas como as principais causas de morte no Brasil (67,3%). Entre elas, as doenças cardiovasculares (infarto, AVC, hipertensão) são as maiores causadoras de óbitos, com 29,4% do total, estando a obesidade entre os fatores de risco que podem ser controlados - além do tabagismo, do sedentarismo, do colesterol alto e do estresse.

Os números do MS mostram também que, apesar de o número absoluto de mortes causadas por doenças cardiovasculares ser elevado, houve queda de 26% no índice de mortalidade entre 1996 e 2007.

O Diretor do Departamento de Análise de Situação de Saúde da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério, Otaliba Libânio Neto, afirmou em comunicado que a redução no índice ocorreu por causa do “maior nível de instrução da população e das políticas de prevenção à saúde, como a redução do tabagismo, a promoção de alimentação saudável e o estímulo à atividade física”.

Entre as doenças crônicas, levantamento do MS revelou queda de 17% nos índices de morte entre 1996 e 2007, inferior à registrada entre as doenças cardiovasculares. O grupo que apresenta tendência de forte alta é o do diabetes, com crescimento de 10% nos índices do período.

E
ntre 2005 e 2008 o diabetes se tornou a terceira causa de morte no país. O especialista Otaliba Libânio Neto explica que isto ocorre principalmente por problemas na alimentação do povo brasileiro, que causaria o sobrepeso. “O diabetes tem relação direta com a obesidade”, comenta. A pesquisa Vigitel divulgada em 2010 revela que o percentual de brasileiros obesos aumentou de 11,4% para 13,9% de 2006 a 2009.

Colunistas