Notícias Dicas


Crianças Portuguesas São as mais Obesas da Europa

Crianças Portuguesas São as mais Obesas da Europa

Por Beth Santos
14 de Julho de 2008

Estudo divulgado esta semana em Portugal, intitulado Pro Children, mostra que as crianças portuguesas em torno dos 11 anos de idade são significativamente mais baixas e mais gordas que as da maior parte dos países europeus. Áustria, Bélgica, Dinamarca, Islândia, Holanda, Noruega, Portugal, Espanha e Suécia foram os nove países estudados. A Espanha é o país cujos índices de obesidade mais se aproximam de Portugal.

Enquanto o Índice de Massa Corporal (IMC) considerado padrão para aquela idade é de 17,68 para as meninas e 17,48 para os meninos, as crianças portuguesas apresentaram valores de 19,1(meninas) e 19,4 (meninos). Em torno de 30% dos garotos e quase 27% das garotas se incluem nas categorias de sobrepeso ou obesidade.

O Coordenador da Plataforma Nacional contra a Obesidade da Direção Geral de Saúde (DGS), João Breda, comenta que a prevalência do excesso de peso entre as crianças é, atualmente, uma característica do sul da Europa. Segundo ele, o fato estaria relacionado com a mudança na alimentação, que perdeu suas características mediterrâneas, e com o baixo nível educacional dos pais. De acordo com dados da International Obesity Task Force, no sul da Europa a prevalência da obesidade infantil se situa entre os 20 e os 35%, enquanto no norte está entre os 10 e os 20%.

Dados da DGS mostram que, em Portugal, as despesas com saúde são de 3,5%, ou seja, 235 milhões de euros. E já se sabe que no futuro será pior. Um dos maiores especialistas portugueses em diabetes, Davide Carvalho, prevê que, por causa da obesidade crescente, em 2025 Portugal será o quarto ou quinto país com mais casos de diabetes.

 

Colunistas