Notícias Dicas


Consumo de Anorexígenos Cai no Brasil

Consumo de Anorexígenos Cai no Brasil

Consumo de Anorexígenos Cai no Brasil
Por Beth Santos

O consumo de anorexígenos – remédios para emagrecer à base de anfetaminas – caiu, no Brasil, de 34.392 quilos em 2005 para 11.132 quilos em 2008. Estes números, segundo Relatório da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes recentemente divulgado, inclui as drogas anfepramona e femproporex.

O Brasil já liderou, mundialmente, o consumo dessas substâncias. O fato preocupava e ainda preocupa autoridades e profissionais de saúde. Em janeiro de 2008, por exemplo, entrou em vigor a Resolução número 58 (RDC 58) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), estabelecendo normas mais rigorosas para a prescrição de anorexígenos. Era uma tentativa de frear os abusos cometidos na comercialização desses medicamentos.

Excelente Notícia
A endocrinologista Rosana Radominski, presidente da ABESO e membro do Departamento de Tratamento com Medicamentos da entidade, comenta que “os medicamentos anorexígenos anfepramona e femproporex são substâncias que ainda têm seu papel no tratamento da obesidade, quando indicados corretamente e prescritos de forma ética”.

A especialista ressalva, no entanto, “que é reconhecido o uso excessivo destas drogas, geralmente em altas doses, principalmente em formulações, associadas a outros fármacos. Segundo a Dra. Rosana, “este abuso tem relação direta com os efeitos adversos (alterações neurológicas e psíquicas, dependência química e manifestações cardiovasculares). O relatório sobre redução do consumo destas substâncias é uma excelente notícia”.

Ela acredita que a queda nos números “é resultado da maior vigilância sobre a prescrição e a venda dos entorpecentes que está ocorrendo após o início da vigência da RDC 58, da ANVISA”.

Colunistas