Notícias Dicas


Colocar um foco de luz sobre a Obesidade, aulão de zumba na Paulista encerra campanha do Dia Mundial da Obesidade este ano

Colocar um foco de luz sobre a Obesidade, aulão de zumba na Paulista encerra campanha do Dia Mundial da Obesidade este ano

Para finalizar a campanha do Dia Mundial da Obesidade desde ano, a Abeso, em parceria com a Novo Nordisk, realizaram um evento na Avenida Paulista no último dia 22 de novembro. Pessoas de diversas regiões da cidade, se reuniram para jogar uma luz sobre a obesidade, dançando na companhia de Reginaldo Sama, da Dança dos Famosos, que agitou o público com seu aulão de Zumba. Uma forma descontraída para chamar atenção para um tema tão importante, e um problema tão prevalente no mundo atual. Enquanto dançavam em uma pista tecnológica na Zumba Night, os participantes puderam conferir informações sobre a doença e saber os benefícios que a perda de 5% ou 10% do peso traz à saúde.

A campanha “Saúde não se Pesa”, lançada em 2016, este ano traz o mote "Obesidade é o que você não vê: chegou a hora de colocar uma luz sobre ela", a intenção é fazer um alerta, colocando foco também nos perigos das doenças associadas ao excesso de peso, como diabetes e problemas cardiovasculares, e conscientizar que obesidade também é o que não aparece no espelho ou não se mede na balança. Com isso, reforçar o debate sobre os benefícios de seu controle para melhor qualidade de vida.

A obesidade é reconhecida como uma doença crônica pela Organização Mundial da Saúde, necessitando de tratamento de longo prazo, contínuo, por toda vida. Está associada à queda na expectativa de vida, e relacionada ao desenvolvimento de inúmeras doenças, como doenças cardiovasculares, asma, diversos tipo de câncer, demência, entre muitas outras.

A presidente da Abeso, Maria Edna de Melo, alerta que a expectativa de vida pode reduzir em até 12 anos. O número pode variar dependendo da intensidade da doença e do momento de vida que a doença se desenvolveu, além do histórico familiar. Maria Edna ressalta que é importante que pessoas com excesso de peso que desenvolveram outras doenças associadas tratem a doença de base, a obesidade.  “Vai ser muito difícil controlar as outras doenças associadas se a pessoa não controlar a obesidade. É preciso reforçar que a obesidade é uma doença que pode, sim, ser controlada, e que vai muito além das questões estéticas. A perda de peso pode trazer mais saúde e mais tempo de vida”, salienta a endocrinologista.

Obesidade, eu trato com respeito

O Dia Nacional de Prevenção da Obesidade, 11 de outubro, foi criado em 2008, e, a partir de 2016, tornou-se o Dia Mundial da Obesidade. A campanha da Abeso, desde 2016, está em sintonia com a campanha mundial sobre “não ao estigma”, com a hashtag #obesidadeeutratocomrespeito, e traz um manifesto sobre o que é tratar a Obesidade com Respeito.

Colunistas