Notícias Dicas


Café da manhã

Café da manhã

Você tomou um bom café da manhã hoje? Mantém este hábito ou costuma pular a refeição, alegando falta de tempo?

Saiba que para emagrecer ou simplesmente para se manter saudável, o café da manhã é crucial. É o que diz uma pesquisa da Faculdade de Medicina e da Unidade de Diabetes do Wolfson Medical Center, da Universidade de Tel Aviv, capitaneada por Daniela Jakubowicz de Sackler. O estudo foi publicado na revista Obesity.

O metabolismo, segundo o estudo, é influenciado pelo ritmo circadiano do corpo - o processo biológico que o corpo segue ao longo de um ciclo de 24 horas. Portanto, a hora do dia que comemos pode ter um grande impacto na forma como nosso corpo processa os alimentos.

Na pesquisa, os participantes que comeram um bem servido café da manhã - incluindo até mesmo um item de sobremesa, como um pedaço de bolo de chocolate ou um biscoito - apresentaram níveis significativamente mais baixos de insulina, glicose e triglicérides ao longo do dia, traduzindo-se em um menor risco de doença cardiovascular, diabetes, hipertensão e colesterol alto. 

Os pesquisadores selecionaram 93 mulheres obesas, aleatoriamente designadas para um dos dois grupos isocalóricos. Cada um consumiu uma dieta moderada em carboidratos, moderada em gordura, totalizando 1.400 calorias diárias por um período de 12 semanas. O primeiro grupo consumiu 700 calorias no café da manhã, 500 no almoço e 200 no jantar. O segundo grupo consumiu um café da manhã de 200 calorias, 500 calorias almoço, e jantar de 700 calorias. Os mesmo alimentos eram consumidos no café da manhã do primeiro grupo e no jantar no segundo grupo.

Ao final do estudo, os participantes do primeiro grupo tinham perdido uma média de 8,07 quilos cada e três centímetros de cintura, em comparação com 3,36 quilos e 1,4 centímetros do segundo grupo. As mulheres do primeiro grupo ainda apresentaram níveis significativamente mais baixos do hormônio que regula a fome (grelina), uma indicação de saciedade e que leva a menos vontade de beliscar ao longo do dia. O grupo também mostrou diminuição significativa nos níveis de insulina, glicose e triglicérides. E não experimentou os altos picos nos níveis de glicose no sangue, que normalmente ocorrem após uma refeição. 

O segundo grupo, embora tenha perdido peso, teve seus níveis de triglicérides aumentados. Segundo a orientação dos pesquisadores, comer na frente do computador ou da televisão, especialmente nos horários noturnos, é um grande contribuinte para a epidemia de obesidade.

Colunistas