Notícias Dicas


Barriga Volumosa Pode Causar Osteoporose

Barriga Volumosa Pode Causar Osteoporose

Barriga Volumosa Pode Causar Osteoporose

A popular “barriga de cerveja”, que se destaca em homens que não dispensam a chamada “loura gelada”, pode significar mais riscos do que se imagina. Além do perigo elevado de doença cardíaca e de desencadeamento do diabetes tipo 2, o abdome volumoso também pode causar osteoporose.

Segundo
Miriam Bredella, radiologista do Hospital Geral de Massachusetts e professora-associada de radiologia da Escola Médica de Harvard, nos Estados Unidos, é comum se pensar que a osteoporose é uma doença apenas de mulheres.

No entanto, a pesquisadora e sua equipe avaliaram 35 homens obesos com idade mediana de 34 anos e Índice de Massa Corporal (IMC) mediano de 36,5.

Eles foram divididos em dois grupos: um em que a gordura é principalmente subcutânea, ou espalhada por todo o corpo; e outro com predomínio da gordura visceral ou intra-abdominal, localizada mais profundamente notecido muscular da cavidade abdominal.

A gordura visceral, pela qual até os magros podem ter “barriga de cerveja”, é bem mais perigosa que a subcutânea, por estar nas entranhas dos órgãos internos e fortemente vinculada a doenças cardíacas. A genética, uma dieta rica em gorduras e uma vida sedentária contribuem para a gordura visceral.

Procedimentos

Os homens pesquisados fizeram tomografias abdominais e da coxa, para medição do volume de gordura e massa muscular, e também de alta resolução no antebraço.

Além disso, para que se pudesse prever o risco de fratura, eles passaram pela técnica de análise elementar finita, usada na engenharia para determinar a resistência de materiais usados em pontes e aviões.

Ossos Fracos

O resultado apontou que homens com gordura visceral possuíam ossos significativamente mais fracos do que o outro grupo. De acordo com Bredella, eles são homens com o mesmo grau de obesidade e mais ou menos da mesma faixa etária.

Também foi verificado que a massa muscular estava positivamente associada à força dos ossos e que o grupo da gordura visceral tinha quase o dobro da fraqueza óssea do que no grupo da gordura subcutânea ou da gordura espalhada pelo corpo.

O tamanho do estudo não foi muito grande devido à sofisticação e o custo dos equipamentos dediagnóstico por imagem usados na previsão dos riscos.

Mesmos Resultados

Após os resultados desse estudo, Bredella avaliou outros 30 homens da mesma forma, chegando aos mesmos resultados.

A pesquisadora explica que parece haver duas razões semelhantes para a associação entre gordura visceral e osteoporose. Uma delas é que todas as pessoas com gordura visceral secretam menos hormônio do crescimento humano, que desempenha um papel importante na saúde óssea. A segunda razão é que a gordura visceral secreta certas moléculas que causam inflamação e, consequentemente, enfraquecem os ossos.

Em sua próxima pesquisa, Bredella focará na secreção dessas moléculas e seu efeito sobre o organismo.

Leia Mais:
Estudo Associa Osteoporose à SM em Índios
Fita Métrica Revela Risco de Doenças Futuras

Colunistas