Notícias Dicas


Anvisa não Proíbe Sibutramina

Anvisa não Proíbe Sibutramina

Anvisa não Proíbe Sibutramina

Em decisão aguardada com expectativa pelos endocrinologistas, especialmente os envolvidos com o tratamento da obesidade, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou sua decisão prévia de não proibir no país a comercialização dos medicamentos à base de sibutramina – Reductil, Zelium, Meridia e Reduxade.

A Agência Nacional – ao contrário da recente decisão da Agência Europeia de Medicamentos (Emea) – decidiu por não proibir de imediato o uso da substância, uma vez que os estudos que fundamentaram a decisão da Emea foram realizados em pacientes com riscos cardíacos.

A diretoria da Anvisa optou, neste momento, por reforçar o alerta aos médicos – que já existe, explicitamente, na bula dos medicamentos – sobre a necessidade de uma avaliação criteriosa dos pacientes antes da prescrição.

Parecer em Fevereiro
A Anvisa promete para fevereiro a divulgação de um parecer sobre o assunto, após análise mais detalhada de uma câmara técnica. A partir daí, fará sua escolha: mudar a bula do medicamento, criar um melhor controle sobre a emissão de receitas ou, em último caso, decidir pela proibição.

Colunistas