Notícias Dicas


Anticoncepcionais: Mesmo Desempenho em Magras ou Obesas

Anticoncepcionais: Mesmo Desempenho em Magras ou Obesas

Anticoncepcionais: Mesmo Desempenho em Magras ou Obesas
Por Beth Santos

Um estudo da Faculdade de Medicina da Universidade de Columbia, EUA, revelou que o desempenho da pílula anticoncepcional é o mesmo tanto em mulheres magras quanto em obesas. O resultado contraria o tratamento tradicional, que recomenda aumento da dose de hormônio em mulheres acima do peso.

O trabalho foi bem recebido pelos especialistas nos Estados Unidos, país em que, segundo estimativas, 65% das mulheres com mais de 20 anos têm sobrepeso ou obesidade. Por isso, a confiabilidade dos anticoncepcionais orais é fundamental nessa parcela da população, considerando que a gravidez é mais arriscada nas obesas.

Na pesquisa, publicada recentemente no periódico científico  Obstetrics & Gynecology, Carolyn Westhoff e equipe estudaram os efeitos da pílula anticoncepcional em 226 mulheres de 18 a 35 anos, divididas em dois grupos: com peso normal e acima do peso. Aleatoriamente, elas receberam doses inferiores e superiores do anticoncepcional, com o objetivo de verificar se as mulheres obesas realmente precisavam de doses maiores do medicamento, como se acreditava.

Passados quatro meses, as integrantes dos dois grupos fizeram exames de ultrassom e de sangue, para checar a ovulação. Entre as 150 participantes que usaram a pílula de modo contínuo, três das 96 com peso normal ovularam, da mesma forma que uma das 54 obesas.

Segundo os pesquisadores, as descobertas atestam que a pílula só funciona quando tomada diariamente. “Peso não parece ter um impacto sobre a supressão da ovulação, mas sim a constância em tomar o anticoncepcional”, diz Westhoff.

Colunistas