Notícias Dicas


Obesidade Infantil

Obesidade Infantil

Lanches oferecidos pelas escolas norte-americanas, a partir do próximo ano, devem ter níveis mais baixos de gordura, sal e açúcar, de acordo com as regras federais divulgados na última quinta-feira, 27, que visam dar aos alunos opções mais nutritivas, a fim de combater a obesidade infantil. O regulamento, originalmente, estava previsto para entrar em vigor em 2011. A ação é vista como um passo fundamental na melhoria das opções alimentares. As escolas têm até o dia 1 de julho de 2014 para aderir às novas regras.

Muitas crianças americanas consomem mais da metade das calorias diárias na escola. A regulamentação irá abranger cerca de 50 milhões de crianças que frequentam mais de 100 mil escolas que fazem parte do programa de merenda escolar federal.

As normas aplicam-se apenas aos alimentos e bebidas vendidos no campus da escola durante o dia, e limitam a venda lanches em máquina em até 200 calorias por item - menos do que, por exemplo, muitas barras de chocolate de tamanho normal.

Alimentos vendidos em atividades extra-escolares, como eventos esportivos, por exemplo, não estão sujeitos ao regulamento.

Todas as refeições vendidas devem cumprir as normas de nutrientes, o que significa que devem ser compostas por frutas, vegetais, leite, ou proteína que contenha pelo menos 10% do valor diário de cálcio, potássio, vitamina D ou de fibra dietética. As bebidas também estão no alvo e não podem conter mais de 60 calorias. Já o tamanho das porções de alimentos e a escolha do tipo de alimento variam entre as faixas etárias.

Ao melhorar as escolhas disponíveis para os estudantes dos EUA, as autoridades esperam conter o crescimento da obesidade no país.

Colunistas