Notícias Dicas


Acredite: Arroz Ajuda no Controle do Peso

Acredite: Arroz Ajuda no Controle do Peso

Acredite: Arroz Ajuda no Controle do Peso
Por Beth Santos

Esta é uma boa notícia, que interessa a nós, brasileiros, adeptos da dupla arroz/feijão: pesquisa norte-americana publicada na revista Nutrition Today revela que o consumo de uma porção de arroz diariamente melhora a qualidade nutricional e reduz o risco de obesidade - e também o de hipertensão e síndrome metabólica.

O estudo mostrou que pessoas entre 19 e 50 anos que consumiam arroz com frequência  tinham menos propensão a excesso de peso ou obesidade. Mais: apresentavam 34% menos chances de desenvolver hipertensão; 27% menos probabilidade de aumento na circunferência abdominal e 21% menos chances de desenvolver síndrome metabólica.

Analisando dados de 1999 a 2004 do National Health and Nutrition Examination Survey (NHANES) sobre a dieta de mais de 25 mil crianças e adultos, o estudo concluiu que aqueles que consumiam arroz regularmente apresentavam elevadas quantidades de diversos nutrientes essenciais: ácido fólico, diversas vitaminas do complexo B, potássio, vitamina A e fibras.

Menos Doenças Crônicas
O que é ainda melhor: os habitués de uma boa porção de arroz na sua dieta diária apresentaram menos gordura corporal, além de consumirem mais grãos, legumes e frutas. Pesquisa anterior do NHANES sobre o assunto mostrou que os hábitos alimentares dos que consumiam arroz eram mais coerentes com as recomendações dos nutricionistas, ou seja, mais saudáveis.

Segundo os pesquisadores, adotando dietas saudáveis as pessoas apresentam menos riscos de desenvolver doenças crônicas. Segundo Julie Upton, uma das autoras do estudo, “comer uma porção de arroz, integral ou branco, é uma maneira simples e agradável de melhorar a alimentação e ter um risco menor de desenvolver doenças. O arroz é pobre em calorias, rico em nutrientes e é saboroso. Além disso, ele combina bem com outros alimentos saudáveis como feijão, verduras e proteínas magras, ficando mais fácil seguir as recomendações nutricionais”.

Colunistas