Notícias Dicas


25% das crianças na cidade de São Paulo estão obesas

25% das crianças na cidade de São Paulo estão obesas

25% das crianças na cidade de São Paulo estão obesas

Em São Paulo, uma em cada quatro crianças está obesa, segundo levantamento realizado pelo programa "Meu Pratinho Saudável", que avaliou cerca de 500 crianças em locais de grande circulação na capital paulista.

A pesquisa foi realizada em parceria com Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clínicas da FMUSP e com a LatinMed Editora em Saúde.

A pesquisa revela que 45% das crianças paulistanas estão fora do peso normal. Realizada durante mutirões gratuitos realizados pelo programa em parques, estações de metrô e escolas da rede estadual de ensino, contou com a participação de 476 crianças, de dois a nove anos de idade. No total, foram avaliados 246 meninos e 230 meninas.

Com base na avaliação nutricional e no cálculo do Índice de Massa Corpórea (IMC), o estudo aponta que, do total de crianças e adolescentes avaliados, 19% apresentavam excesso de peso e 26% (ou um em cada quatro) foram classificados como obesos.

Do total de meninas avaliadas, 22% estavam com sobrepeso e 24%, com índices de obesidade. Já entre os meninos, 16,6% apresentaram excesso de peso e 28% foram considerados obesos.

Além das avaliações nutricionais, durante as ações do programa, foram desenvolvidas atividades didáticas com alimentos em resina, distribuição de quebra-cabeças educativos e jogos interativos com tablets para as crianças envolvidas no levantamento.

Meu Pratinho Saudável

O programa Meu Pratinho Saudável é voltado para crianças de seis meses a 10 anos e tem como objetivo a readequação da alimentação, fazendo com que as crianças comam bem e de maneira saudável.

Um dos principais conceitos do programa prevê que nas refeições principais, a metade do prato da criança, seja preenchido com verduras e legumes (crus e cozidos).

Para a outra metade, preencha o prato com 1/4 de alimento rico em proteínascomo carne vermelha, frango, peixe, ovos, que deve ser complementada com leguminosas, como o feijão, grão de bico, soja, lentilha. O outro 1/4 do prato deve contar com alimentos ricos em carboidratos, de preferência em sua forma integral como arroz, massas, batatas, mandioca, mandioquinha, farinhas.

Mais informações sobre os programas "Meu Prato Saudável" e "Meu Pratinho Saudável" podem ser obtidas pelo aplicativo "Meu Prato Saudável", disponível gratuitamente para celulares do tipo smartphone, e pelos portais www.meupratosaudavel.com.br  e www.meupratinhosaudavel.com.br.

Informações: Secretaria de Estado da Saúde

Colunistas