ABESO Desenvolve Campanha de Prevenção de Obesidade Infantil e Ministério da Saúde Apoia Iniciativa

A ABESO comunica aos seus associados que está desenvolvendo, em parceria com outras sociedades brasileiras que atuam no setor da saúde, uma Campanha de Prevenção à Obesidade Infantil. Um dos principais objetivos é mostrar à população que trata-se de uma doença de difícil tratamento, com graves complicações, além de apontar os caminhos para a prevenção.

Por conta da iniciativa, o Ministro da Saúde, José Gomes Temporão, enviou uma carta à presidente da ABESO, Dra. Rosana Radominski, congratulando-se com a entidade e todos os demais envolvidos na campanha.

“Combater a obesidade, diminuir os percentuais de gordura dos alimentos e estimular a atividade física é uma batalha diária”, lembra o Ministro. “É com grande satisfação que o Ministério da Saúde manifesta-se favoravelmente à realização das ações da ABESO que incentivam a prevenção da obesidade infantil, bem como o seu tratamento”, finaliza, no documento.

A campanha, lembra a Dra. Rosana, não consiste em uma manifestação pontual, mas apresentará continuidade ao longo do tempo.

Ela ressalta que, sem a participação de segmentos da sociedade e de órgãos governamentais, não há planejamento estratégico. 
“A aprovação do Ministério da Saúde para esta Campanha foi o primeiro e importante passo para o sucesso deste planejamento”, resume.

(Leia na íntegra a carta do Ministro da Saúde, José Temporão, à ABESO).

Veja, abaixo, o comunicado da presidente da ABESO, Dra. Rosana Bento Radominski, sobre a Campanha.

Prezados sócios,

A ABESO está desenvolvendo uma Campanha de Prevenção de Obesidade Infantil.

Os objetivos principais desta campanha são:

1. A conscientização da população de que criança gordinha não é sinônimo de criança saudável.
2. Mostrar que a obesidade infantil é doença de difícil tratamento, com graves complicações. 
3. Apontar os caminhos para a prevenção da obesidade infantil e também para evitar que uma criança com peso normal se torne um adulto obeso.

A intenção não é fazer uma manifestação pontual. É para que seja continuada e melhorada ao longo do tempo. Para tanto, vamos contar com a parceria de outras sociedades envolvidas na Saúde e no bem-estar do indivíduo.

Não existe planejamento estratégico de prevenção que progrida se não houver a participação de vários segmentos da sociedade e principalmente dos órgãos governamentais. A aprovação do Ministério da Saúde para esta Campanha foi o primeiro e importante passo para o sucesso deste planejamento. 

Dra. Rosana Bento Radominski
Presidente da Associação para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica – ABESO